BRASIL, Sul, GUARAPUAVA, Centro, Homem, Occitan, Tibetan, Bebidas e vinhos, Sexo
ICQ - 269517759


03/10/2004 a 09/10/2004
26/09/2004 a 02/10/2004
29/08/2004 a 04/09/2004
22/08/2004 a 28/08/2004
08/08/2004 a 14/08/2004
25/07/2004 a 31/07/2004


Dê uma nota para meu blog


 magibre
 migué
 marcelo e thiago
 leandro






«...βễŦǿ...»®




 Escrito por beto às 23h02
[ ] [ envie esta mensagem ]



MATANZA.....................mto bom

comentem ae..........um abraço............



 Escrito por beto às 11h04
[ ] [ envie esta mensagem ]



O voto facultativo no Brasil

No Brasil, o voto é facultativo a partir dos dezesseis anos de idade e torna-se obrigatório aos dezoito, voltando a ser facultativo após os setenta. Na maioria das nações da Europa o voto é obrigatório a partir dos 18, com limites máximos de idade variáveis. Nos Estados Unidos o voto é facultativo e seus limites variam de estado para estado, oscilando entre dezesseis e dezoito anos (mínimo) e sessenta e setenta anos (máximo). Esses países ainda apresentam algumas diferenças quanto aos direitos políticos dos analfabetos, presos e militares em atividade. Eu acho que no Brasil o voto facultativo não iria funcionar, porque ninguém ia querer votar!!!



 Escrito por beto às 10h59
[ ] [ envie esta mensagem ]



Drogas nos dias de hoje

  Nos dias de hoje, o adolescente recebe um bombardeio de informações através dos meios de comunicação, que o deixam inteirado de tudo o que se passa ao seu redor.
Ao se falar em droga, certamente vamos despertar sua curiosidade, que deve ser utilizada para a formação
de conceitos sadios e exatos sobre as drogas e as desvantagens de seu uso.
Pais e professores, devem, através de orientação segura e sem nenhum alarme, criar a condição necessária para que o adolescente se torne refratário aos assédios de maus amigos e traficantes.
É na adolescência, ou pré-adolescência, que se deve dar maior destaque a um programa de caráter educativo preventivo.
Devemos observar que os traficantes, sabedores que nesta fase se consegue o viciado certo de amanhã, nos dias de hoje, estão levando para o mundo das drogas meninos e meninas de até 9 anos, portanto, o quanto antes iniciarmos nossa conscientização, não estaremos cometendo exagero algum.



 Escrito por beto às 10h52
[ ] [ envie esta mensagem ]



OLHA Q PORRA!!!!!!!!!



 Escrito por beto às 23h05
[ ] [ envie esta mensagem ]



Meu passatempo qdo naum tenho o q fazer



 Escrito por beto às 23h06
[ ] [ envie esta mensagem ]



auehuaheuaheuaheu...........

 como eu sou mto atarefado eu tenho q trabalhar ateh nessa horas........aehuaehae

um abraço pa moçada q comenta......



 Escrito por beto às 23h00
[ ] [ envie esta mensagem ]



minha profisão qdo ficar mais velho.............auehuaheuahe



 Escrito por beto às 22h56
[ ] [ envie esta mensagem ]



Hominho desde pequeno



 Escrito por beto às 22h54
[ ] [ envie esta mensagem ]



*IMPORTANTE*....sempre se lembre dessa frase



 Escrito por beto às 15h06
[ ] [ envie esta mensagem ]



naum tenho nd pra posta....soh vo posta merda.....aeuhaue



 Escrito por beto às 15h02
[ ] [ envie esta mensagem ]



Músicas no comportamento das pessoas

Segundo alguns pesquisadores no assunto, a música afeta o caráter e a sociedade, pois cada pessoa é capaz de trazer para dentro de si a música que acaba influenciando nos pensamentos, nas emoções, na saúde, nos movimentos do corpo, etc. Portanto, diziam eles, cabe aos compositores serem morais e construtivos e não imorais e destrutivos em suas músicas.

A influência da música é tão grande, que ela atua constantemente sobre nós - acelerando ou retardando, regulando ou desregulando as batidas do coração, relaxando ou irritando os nervos, influindo na pressão sangüínea e no ritmo da respiração. É comprovado o seu efeito sobre as emoções e desejos do homem.

Enfim, a música exerce um poder muito grande sobre nós, podendo ser positiva ou negativa.

MInha música preferida: NIrvana - school



 Escrito por beto às 11h20
[ ] [ envie esta mensagem ]



Linguagem da Internet

Com o objetivo de facilitar a digitação, principalmente nos bate-papos on-line, criou-se um grande número de palavras abreviadas, as quais se tornaram mais utilizadas do que as originais. Por exemplo, “você” transformou-se em “vc”, da mesma forma que “também” em “tb”, “quanto” em “qto”, “por que” em “pq”, “mensagem” em “msg”, dentre muitos outros. E isso se tornou um vício de linguagem, pois, até mesmo e-mails em renomadas listas de discussão, como a Jornalistas da Web, pode-se ler e-mails com uso consideravelmente elevado de palavras inventadas (neologismos) e “diminuídas”.

O que é preocupante nisso tudo é o fato de que novas gerações altamente cibernéticas acostumem-se tanto com tais gírias virtuais que, ao escreverem em redações , utilizem apenas esse meio de escrita, o que acaba por desmoralizar a nossa língua.



 Escrito por beto às 11h10
[ ] [ envie esta mensagem ]



piazinho maconhero

esse feiz bem........jah começo bem cedo...auehuaheu

um abraço ae



 Escrito por beto às 08h30
[ ] [ envie esta mensagem ]



uaehuaheuhaue



 Escrito por beto às 08h20
[ ] [ envie esta mensagem ]



[ ver mensagens anteriores ]